sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Rotina nossa de cada dia

É tao bonito ver coisas que geralmente nos passam despercebidas, até mesmo coisas que consideramos bobas, coisas que com o passar do tempo se tornam... digamos que futilidades, coisas rotineiras, porém que um dia fizeram sentido para nós, principalmente na infância quando estamos livres de certas amarras, livres de determinadas convicções, preconceitos e toda a degeneração a que somos condicionados ao longo da vida;

Ao passar do tempo somos moldados de uma maneira ao qual estamos insentos de livre arbítrio, pois até mesmo nossas escolhas e caminhos que traçamos sofrem uma determinada influência de alguém ou algo, mas de qualquer maneira realizamos nossos desejos e vontades e para isso muitas vezes devemos nos desapegar da rotina, o que pode assustar alguns, mas não deixa de encantar a outros, afinal, o que é diferente sempre causa determinada dúvida, o que é natural ao ser humano e, acima de tudo, temos a capacidade de nos adaptar facilmente ao meio em que vivemos, e na maioria das vezes nos adaptamos e nos apegamos tanto à determinado estilo de vida ao ponto do mesmo acabar caindo na rotina;

Aos poucos as coisas vão perdendo o brilho que possuíam inicialmente, a primeira vez que você faz algo parece excepcional, porém na décima primeira vez já não é tao empolgante assim, de qualquer forma seguimos em frente, e a cada manhã quando o sol nasce mais uma vez ao leste, nos levantamos de nossas camas sempre em busca de mais do mesmo, porém muitos tem receio de tentar serem maior do que são, e sempre estão buscando um certo tipo de equilíbrio, uma estabilidade que nos passa uma "sensação de segurança", sensação essa ao qual nos apegamos ao ponto de esquecer daquilo que buscamos diariamente, pois mesmo que de uma maneira inconsciente, todos nós buscamos alguma coisa a mais do que estamos habituados, mas poucos são os que encontram;

Isso acontece pelo simples fato de sentirmos medo de ir além da nossa zona de conforto onde temos a falsa sensação de segurança, por mais que saibamos que há um mundo inteiro de oportunidades lá fora esperando serem conquistadas, estamos satisfeitos com o que já conquistamos, mas se pensarmos dessa forma, não regrediremos, muito menos evoluiremos, apenas continuaremos no mesmo lugar de sempre. 

Mudanças não são apenas necessárias, elas são essenciais, muitas vezes para alcançar novas conquistas é preciso abrir mão de outras.


David Alves Mendes
25/07/17